Com sede em Minneapolis, Minnesota, a Arcserve fornece soluções para proteção dos ativos digitais para empresas que precisam de proteção abrangente dos seus dados e em larga escala. Fundada em 1983 é uma das empresas mais experientes do mundo em soluções para a continuidade dos dados que protegem infraestruturas de TI dentro da empresa e na nuvem.

Adam Olson, Vice-presidente Global de Vendas e Daniela Costa, Vice-presidente de Parcerias Latam e receberam alguns jornalista em São Paulo para apresentar a a solução Arcserve Business Continuity Cloud, que é uma solução de backup, recuperação, alta disponibilidade e arquivamento de e-mails que integra em um único console todos os processos para proteção dos dados nas infraestruturas de TI na nuvem viabilizando a economia de escala. ESta solução atende desde uma empresa com poucos usuários até empresas de grande porte.

A solução Arcserve Business Continuity Cloud é totalmente integrada e nascida na nuvem para evitar os impactos de paradas não planejadas.

Segundo Daniela Costa, “a Arcserver tem a preocupação de fornecer aos profissionais que gerenciam as soluções de segurança de dados um console de administração que reúne todos os processos para proteção dos dados em um só lugar. Seja para migração de cargas de trabalho para a nuvem, proteção avançada de máquinas virtuais ou necessidade de atender a RTOs e RPOs.”

RTO – Recovery Time Objective é à quantidade de tempo que as operações levam para voltar ao normal, após uma parada e RPOs – Recovery Point Objetive, que é à quantidade de informação que é tolerável perder no caso de uma parada nas operações.

A recuperação imediata dos dados é um dos grandes diferenciais dessa solução que retoma todos os dados instantes antes à parada não programada e reúne recursos para proteger e recuperar aplicativos e sistemas em qualquer local, dentro da empresa e em nuvens públicas e privadas:

Arcserve Business Continuity Cloud resolve desafios de proteção dos modernos ambientes de TI relacionados a tempo, habilidade, custos e diversidade de ferramentas necessárias para proteger as novas cargas de trabalho.

Pesquisa MayHill Strategies

No encontro com jornalistas na semana passada, foi apresentada a pesquisa, realizada pela MayHill Strategies entre 12 a 14 de setembro de 2018, foi feita on-line com 759 tomadores de decisão de TI dos Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha. Todos os entrevistados trabalham em período integral em empresas com mais de 250 funcionários e em diferentes setores.

De acordo com dados divulgados pela Arcserve, 64% dos tomadores de decisão de TI de todo o mundo concordam que a proteção dos dados essenciais não ficou mais fácil nos últimos cinco anos, apesar dos esforços de adoção de soluções para simplificar e reduzir os custos.

Além disso, as infraestruturas de backup estão cada dia mais caras e complexas enquanto a tolerância à perda de dados está cada dia menor.

Desses tomadores de decisão de TI, 93% disseram que poderiam tolerar uma possível perda “mínima” desses dados, enquanto somente 26% deles têm absoluta certeza de que vão conseguir fazer isso rapidamente para evitar a interrupção das operações.

“Segundo o que foi observado e divulgado nessa pesquisa, fica claro que as empresas não conseguem proteger efetivamente as infraestruturas de TI modernas com as ferramentas incompletas disponíveis atualmente. Essas ferramentas criam mais complexidade e acabam aumentando o custo total de propriedade e, como consequência, o risco de perda de dados e de inatividade devido às falhas no esquema de proteção”, explica Oussama El-Hilali, vice-presidente de produtos da Arcserve.

A Future é parceira Arcserve. Quer conhecer a nova solução? Clique aqui e entre em contato conosco!

Fonte: Crypto ID.

Entre em contato conosco