A tendência para 2018 é que novos e tradicionais ciberataques dominem o cenário de ameaças virtuais, inclusive com o uso da Inteligência Artificial, segundo estudo de previsões realizado por empresa de segurança.

Em relatório, empresa de segurança digital conta que ataques em massa nos serviços de Blockchain podem crescer em 2018, assim como os malwares sem arquivos, brechas em dados e ameaças a dispositivos móveis, citando como exemplo os trojans bancários.

Segundo as empresas de segurança, “a crescente disponibilidade de frameworks de aprendizado de máquina com códigos abertos, somada à queda significativa do preço de hardwares poderosos, deverá gerar novas oportunidades para o uso de aprendizado de máquina com o objetivo de driblar os algoritmos das empresas de segurança”. O executivo também conta que os cibercriminosos devem ir além dos ataques de malware, realizando sofisticadas campanhas de phishing.

A popularidade das criptomoedas é outro fator que deve aumentar o número de golpes e os cibercriminosos usarão ransomwares mais agressivos para atingir a mineração de criptomoedas e serviços de Blockhain.

Os dispositivos móveis, que foram os mais afetados em 2017, devem continuar sendo o foco dos cibercriminosos, principalmente com a criação de apps falsos.

A Future possui as melhores soluções e serviços para a segurança da sua empresa. Saiba mais clicando aqui.

Fonte: CanalTech

Entre em contato conosco